DM Dicas do MÍs

1 + 1 = ???...???

"O resultado depende de si!"

Ao olhar para a soma que dá o título à Dica deste mês, talvez tenha sorrido, e respondido com confiança que o resultado do somatório mais básico da matemática é igual a dois (2). Mas na realidade o resultado dessa soma pode ser igual a um (1), igual a dois (2) ou igual a menos um (-1). Mas como é que isso é possível?

Se é casado(a) ou vive com o(a) parceiro(a), a vossa união equivale a soma 1+1. E qual seria o melhor resultado nesse caso? Neste caso o resultado ideal é 1. Por quê? Porque quando um casal se une, eles têm de se esforçar para trabalhar e agir como um só em todos os sentidos, incluindo a gestão do dinheiro para o bem da família. Se esse é o seu caso, parabéns, o resultado da sua soma é igual a 1.

Mas apesar das promessas de amor eterno no início dos relacionamentos, falar sobre gestão de dinheiro na família ainda é um dos assuntos mais difíceis para muitos casais, não importa se são casais que têm muito ou pouco dinheiro, se os dois, ou apenas um trabalha. Ainda são muito frequentes os casos em que qualquer assunto relacionado com dinheiro cria discussões quase intermináveis no seio dos casais, e a mulher não sabe quanto o esposo ganha e vice-versa, e cada um acaba por fazer um projecto de vida completamente independente do seu parceiro. E nesses casos infelizmente o resultado é menos um (-1) ou igual a dois (2).

Quando é que o resultado é -1? O resultado é -1 nos casos em que no casal apenas uma pessoa trabalha, e em função disso, ele ou ela acaba por achar que o dinheiro é apenas seu, não levando em conta a opinião do parceiro na hora de realizar as despesas, e as vezes até mesmo desprezando por completo o seu parceiro.

E quando é que o resultado é igual a 2? O resultado é igual a 2 quando o casal trabalha mas não são unidos, não trabalham juntos, não traçam metas para o futuro juntos, ficando os dois a remar em direcções diferentes, e cada um achando que o seu salário ou outro rendimento é apenas seu, meu, e que por causa disso é livre de usa-lo como lhe apetecer.  Quando na realidade deveriam pensar que o salário é nosso, do casal.    

Vamos agora mostrar alguns dos benefícios que os casais podem obter por se esforçarem em trabalhar juntos como se fossem apenas 1 apesar dos desafios: 

  • A família como um todo consegue alcançar mais facilmente o equilíbrio financeiro.
  • Se conseguirem conversar calmamente sobre dinheiro vão conseguir conversar sobre qualquer outro assunto, e rapidamente resolver as diferenças.
  • A conversa saudável vai permitir que haja paz e harmonia no lar.
  • Pode ser que você se surpreenda com alguma dica que o seu parceiro ou sua parceira lhe vai dar, que pode ajudar a resolver um problema sem ser necessário gastar  muito dinheiro.
  • Vão poder ensinar aos vossos filhos princípios e valores morais e éticos que nenhuma escola jamais poderá lhes ensinar.

 

Lembre-se que quando o casal trabalha como um (1), o pouco de cada um faz o muito, mas se não forem unidos até o muito de cada um se torna muito pouco.

A união faz a força, e o resultado dessa soma 1+1, depende de si! 

 

Reveja abaixo as Dicas dos meses anteriores

KIXIKILA

PRIMEIRO PASSO

SALÁRIO, COMO USA-LO BEM?

NEM TUDO O QUE BRILHA É OURO

QUERIDO AMIGO... QUERIDO INIMIGO...

PORQUE DEVEMOS APRENDER A POUPAR?

COMO CONSEGUIR POUPAR EM CUIDADOS DE SAÚDE - 1

COMO CONSEGUIR POUPAR EM CUIDADOS DE SAÚDE - 2

MAS... AONDE É QUE FOI O DINHEIRO?

MULTICAIXA